Sobre ouvir absurdos

Quisera às vezes, ser surdo

Diante de tanto grito…

Em mar de palavras urdo,

Tecendo o dito e o não dito,

O bendito e o maldito.

Temo, às vezes, se chafurdo:

Ontem, soava absurdo;

Hoje, parece inaudito…

******

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *